Operando a Bolsa de Valores

 

As operações de compra e venda de ativos (Ações) podem ser feitas pelo Home Broker, que é o sistema através do qual o próprio investidor faz suas transações, ou ainda através das “Mesas de operações”, sistema em que as corretoras disponibilizam os assessores especializados, para a realização das negociações por telefone, de ações, opções, termo, futuro, à vista e operações descobertas.

 

Mercado à vista:


É a compra ou venda em pregão de determinada quantidade de ações para liquidação imediata. A liquidação física, ou seja, entrega dos títulos comprados ao seu comprador, é feita três dias úteis após a operação (D+2) junto com a liquidação financeira, pagamento ou recebimento dos recursos financeiros oriundos da compra ou venda dos papéis.

 

- Normal – é a operação regular no mercado de compra e venda de ativos. Não pode ser feita em um mesmo pregão, por uma mesma corretora e na conta do mesmo investidor.

 

- Day Trade – é  uma operação no mercado à vista que permite a compra e venda de uma mesma ação, opção ou índice em um mesmo pregão, por uma mesma corretora e pelo mesmo investidor, obrigatoriamente. Este tipo de negociação se caracteriza como uma operação de arbitragem e sua liquidação financeira é realizada no segundo dia útil após a realização do pregão (D+2), no caso de negociação com ações.

 

- After market – é o mercado de negociação após o horário de pregão regular, que segue algumas características diferenciadas, tais como  a permissão de negociações apenas no mercado à vista, limite de ordem de R$ 100.000,00 por investidor e variação máxima de 2% sobre o preço do fechamento do horário normal da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo).